Relacionamentos

          ” Ai ai ai ai, eu tô solteira em Salvador, cadê o meu Amor???!!!” 

Não, não, não estou a procura de namorado nãooooooo mesmo. Já sofri muito com esse negócio de namoro.
Aos 19 anos tive a minha primeira experiência com relacionamentos. Ele tinha 25 anos, namoramos cerca de 1 ano. Um belo dia recebo uma ligação dele terminando tudo. Até hoje não entendo o motivo pelo qual daquele fim.
Uns 3 anos depois surge o meu novo “príncipe encantado”…. afff…. tava mais para príncipe desencantado. Namoramos quase 2 anos, ele era um vagabundo literalmente (não era envolvido com drogas, com gangues, e com nenhuma coisa errada, não que eu soubesse), porque era um preguiçoso, não gostava de trabalhar, nem estudar. Era “desprovido de inteligência”, não sabia escrever direito. Quando começamos a namorar havia abandonado a escola à dois anos no 1º Grau do ensino médio. Graças à mim, entrou no supletivo e terminou os estudos. Bom, isso foi o que ele me disse. Depois descobri que a mãe dele o ajudou a conseguir o diploma de ensino médio (não sei como conseguiram isso).
Era totalmente dependente financeiramente dos pais. Andava como se fosse uma “mauricinho” às custas do dinheiro dos pais. Aquilo foi me desagradando e finalmente terminei o relacionamento. Admito que gostava muito dele, pois me tratava muito bem, mas o fato de um homem com mais de 25 anos de idade não ter se quer um registro em carteira de trabalho.
Depois que terminamos, ainda ficamos algumas vezes, mas depois decidir terminar definitivamente e sumir literalmente da sua vida, porque não queria continuar alimentando um relacionamento que não iria chegar em lugar nenhum.

Eu nunca me importei com condição financeira, porque nunca fui rica, mas um homem que se prese, tem que ter no mínimo um trabalho, qualquer um que seja, pois todo trabalho é digno. Como diz o ditado: o trabalho dignifica o homem!

Depois dessa experiência magnífica resolvi dá um STOP pro meu coração. Coloquei nas mãos e no tempo de Deus.

Crédito: tintiia.blogspot.com

Crédito: tintiia.blogspot.com

Eu não consigo entender porque tem pessoas que não conseguem ficar sozinhas. Acabam um relacionamento e já se afundam em outro e outro e outro. Não deixam o coração sossegado, não deixa ele descansar! Gente, seu coração não é de ferro, é de carne e osso, ooops… só carne. Precisa descansar assim como seu corpo após um dia cansativo de trabalho, ou após uma viagem. Vamos dar tempo ao tempo pro seu coração minha gente. Dá um tempo para ele “respirar” e você pensar se é isso mesmo que você quer.

Excesso de Confiança

É muito complicado falar sobre esse assunto, porque sempre acabo me decepcionando. Parece que as maioria das pessoas não sabem o que significa confiança, ou pode ser que seja ao contrário: eu que preciso aprender a saber em quem depositar minha confiança.

Fico refletindo se sou eu, ou são as pessoas que são ruins. É sempre a mesma história: a decepção vem logo atrás da confiança. Já me ocorreram muitas histórias de perda de confiança e quanto mais conheço o ser humano, mas e mais amo os animais…

Não estou aqui para dizer que sou a pessoa mais perfeita do Mundo. Tenho os meus inúmeros defeitos e não os nego. Mas é muito complicado pra mim entender porque as pessoas são tão cruéis umas com as outras.

O ser Humano foi criado por Deus, para plantar o amor, mas o mal foi brotando no seu ser de tal forma que não os faz raciociar de forma coerente e racional. Graças a Deus, sempre soube diferenciar o certo do errado, o bem do mal, as pessoas boas das pessoas más. Mas nem sempre esse último eu consigo acertar, porque na maioria dos casos as pessoas usam máscaras que acabam caindo com o decorrer do tempo. E aí vem a “danada” da decepção.

A vida me fez ser forte, porque nunca tive tempo para chorar “as pitangas”, pelo contrário, preciso correr atrás do meu pão para sobreviver nesse Mundo tão cruel.

Enquanto ao meu excesso de confiança cada dia que passa aprendo a medir da forma mais coerente. Um dia eu aprendo… rsrs…

           Vamos vivendo enquanto isso… kkkkkk

Visita Anual à Aparecida do Norte – SP

Fui criada e educada na Doutrina Católica. Amo e respeito a santíssima trindade (Pai, filho e espírito Santo). Sou devota de Santo expedito e Nossa Senhora Aparecida.

ap

Crédito: garotinharuiva.wordpress.com

Uma vez por ano visito a cidade de Aparecida – SP e renovo e fortaleço minha fé. O mais legal é que acabei criando o hábito nos meus patrões. Já tem uns três anos que eles me acompanham. Esse domingo que passou (20/07) foi o grande dia. Acordamos muito cedo, pegamos a estrada uma 4:30h da manhã, chegamos à tempo de assistir a primeira missa da manhã. Nunca entro na missa que está pela metade. Não acho certo, é como se estivesse chegando atrasada, sei lá. Acho uma falta de respeito.

Para quem nunca foi, tem missas em diversos horários, manhã, tarde e noite. Se você chegar no meio de uma missa, espere! A próxima começa logo em seguida. Enquanto isso pode ir conhecendo a sala das velas, a sala dos milagres, experimentar os pães (casa do Pão) feito na própria basílica (o cheirinho é maravilhoso), a livraria e o grande auditório. Visito a basílica velha depois vou caminhando até a basílica de Aparecida pela enorme passarela, que é a coisa mais linda de se ver. É incrível a quantidade de pessoas que vão naquele lugar abençoado. Qualquer dia ou mês, é sempre lotado.

Depois do turismo religioso, da renovação da minha fé, dos pedidos e principalmente agradecimentos, nos direcionamos até o complexo de compras: uma espécie de shopping em frente à basílica. Tem muitas lojinhas a preços convidativos, muitas lembrancinhas de Aparecida para se comprar, uma praça de alimentação enorme, com muitas gordices (até McDonald’s) e um lindo aquário que você paga um valor simbólico para conhecer os peixinhos. Vou confessar que perco um pouco a paciência na praça de alimentação: apesar de ser razoavelmente grande, não é o suficiente para a quantidade de visitantes e se você pretende ir lá, se prepare – as filas são gigantes…

Crédito: joseliamaria.com

Crédito: joseliamaria.com

Dessa vez não fomos à feirinha que, além de estar impossível andar na rua, meus patrões tinham uma festa de casamento no domingo à noite e precisaríamos estar em São Paulo até 14hs. Mas é muito legal: é uma espécie de Brás do interior. Muita roupa, lembrancinhas e bugigangas bem baratinhos.

Vale mais que à pena ir até Aparecida. Peço à Deus, força, discernimento e sabedoria para continuar peregrinando todos os anos nesse lugar mais que abençoado!

Crédito: blog.cancaonova.com

Crédito: blog.cancaonova.com

Visita em: 20/07/2014

Abandonei Você!

– “Ô escritora malvada! Porque me abandonastes?”

A minha vida nesse mês de Copa do Mundo foi simplesmente uma correria!!!
Mas agora… a Copa acabou, o Brasil perdeu, a Alemanha foi campeã, a vida continua… A casa dos meus patrões foi tomada por torcedores fanáticos pelo Brasil. Parecia mais uma anexo dos estádios…foi muito divertido!

Todo dia era uma correria para arrumar a casa, deixar tudo muito limpo para receber as visitas e parentes. Quando o jogo acabava, vishhhh!!! Parecia que tinha passado o furacão Catrina. kkkkkk Mas repito, valeu a pena tudo!

Rotina: Durante todo esse mês acordava cedo todos os dias para arrumar a casa, preparar tudo para o jogo do dia, porque a maioria dos jogos (não só do Brasil), foram assistidos aqui. Quando acabava tudo, corria para ajudar na cozinha para encher a mesa de gordices. Quando começava o jogo, a gente parava de trabalhar para assistir o jogo. Sempre digo aqui que meus patrões são uns amores e mais que isso humanos! Não é porque somos empregados, que somos seus escravos. A gente parava de trabalhar e assistia os jogos, com a única condição que tudo estivesse em ordem para recepção dos convidados – mesa arrumada com muitas coisas gostosas, casa limpa e muita bebida na geladeira. Pronto! O camarote da World Cup estava armado! Tudo padrão FIFA. KkKkKkkKkK… Estava trabalhando de segunda à sábado (hora extra) e no Domingo tirava para descansar, fazer visitas e passear.

Resumindo: E daí que o Brasil perdeu? E daí que a Alemanha ganhou? Desculpa a ignorância, mas não mudou nada na minha vida. Minha conta bancária não cresceu, não mudei de vida, continuo trabalhando (graças a Deus). Vi pessoas postando videos desesperados na internet, pessoas revoltados, sendo presas, quebrando TV na rua, só por conta de um 10×1… Pra mim, eu tenho 10 motivos (ou mais) para trabalhar e apenas 1 motivo para torcer. Os jogadores foram pra suas mansões chorar a derrota e eu continuo na minha vida pacata de sempre…Então nada mudou, pra mim! E pra você? então, vamos voltar às nossas realidades padrão FIFA (#SQN)

Acho que faz umas duas semanas que não posto nada. E sabe de uma? até que senti falta. Mas agora pretendo continuar com a rotina de atualizar o blog toda semana como vinha fazendo desde que o inaugurei.

Ótima semana para todos!

Piadinha de Empregada

Hoje resolvi compartilhar uma piada que achei muito engraçada: 

                                                     ****************************

Hoje de manhã eu fui à feira.
Antes de sair, meu patrão me pediu pra eu trazer figo.
Aí eu perguntei:
– Figo fruta ou bife de figo?
O homem ficou uma fera ! Gente fina, seu Adamastor, num ligo não. Ele tem sistema nervoso. Também, com um emprego chato daqueles, vou te contar:
Ele é Fiscal de Receita. Deve ser um saco ficar conferindo receita de médico o dia inteiro.
Depois chegou o Adamastorzinho, o filho mais novo deles. Acabou de ganhar um carro todo equipado. Tem roda de maionese, farol de pilha, teto ensolarado e trio elétrico. Não sei porque trio elétrico num carro. Deve ser porque ele gosta de música baiana.
Ingrato esse Adamastorzinho. Fiz a comida preferida dele e ele ainda me chamou de burra.
Eu disse, toda boba, quando ele chegou:
– Adamastorzinho, divinha a comida que eu fiz procê?
– Qual, Creusa?
– Começa com ‘I’…- ‘I’???
– É,iiiiiii!!!
– ….. não sei.
– Pensa: iiiiiiiii
– Huuuummm, desisto.
– Instronogofe!!!
Aproveitando a ausência dos patrões, Creusa pega o telefone e fofoca com a amiga Craudete:
– Cê num sabe da úrtima? Eu discubri que aqui nessa mansão que eu trabaio é tudo fachada!
– Como assim, Creusa? pergunta a colega, confusa.
– Nada aqui é dos patrão! Tudo é imprestado! TUDO! Cê cridita numa coisa dessas? Óia só:
– a rôpa que o patrão usa é dum tal de Armani… A gravata é dum tal de Piérr Cardã… O carro é duma tal de Mercedes… nadica de
nada é deles!
– Nooooossa, que pobreza!
– E, além de pobre, eles são muito izibido!
– Imagina que ôtro dia eu escutei o patrão no telefone falano que tinha um Picasso…
– E tem não?
– Tem nada , fia…é piquinininho de dá inté dó!

Campinas City

Hoje estou indo pra Campinas visitar uma grande amiga, a Mary!!! Programei esse post, pois todas as vezes que vou pra casa da Mary esqueço da vida!!! Particularmente adoro vir visitar a Mary, seu esposo e seu batalhão de filhos….hehehe

Nos conhecemos na casa dos meus patrões. Ela trabalhava lá como cozinheira à uns 5 anos e nos tornamos boas amigas… Ela já namorava com o atual esposo, mas por circunstâncias da vida se mudaram pra Campinas por uma melhor oportunidade de emprego do marido. Se casaram e tiveram quadrigêmeos e dois anos depois chegaram mais dois anjinhos…
Claro, sou madrinha da Ana Paula uma dos quadrigêmios… Pelo menos uma vez u por mês venho à Campinas visitar essa família maravilhosa que me recebe de braços abertos e com imenso carinho!!!

image

Vai lá Brasil!!!

E Começaaaa o jogo…

É hoje que vamos soltar “o grito do peito” para torcer para nossa seleção brasileira. Muito gente esperava por esse momento…o momento de termos uma Copa do Mundo em nosso País…mas infelizmente o Governo brasileiro com a chamada corrupção, quase que nos tira essa alegria! Acho que é um pouco tarde para cobrar de uma única vez todo o mal que o Governo provoca na população brasileira, mas também acho que não podemos simplesmente cruzar os braços. Bom, o que fazer então? Agora vamos levantar os braços, fazer uma festa linda, torcer pelo nosso futebol e mostrar para a “Gringaiada” que não somos “Tupiniquins”, que não somos desordeiros, mal educados. Pelo contrário, o brasileiro é alegre, hospitaleiro e boa gente (alguns, claro). E depois que acabar tudo isso, de preferência em Outubro (esse ano tem Eleições), vamos dar a resposta nas Urnas.

Particularmente estou muito feliz com essa Copa e aqui em casa estamos fazendo os últimos preparativos para receber todos os convidados dos meus patrões. Eles compraram muitos enfeites verde-amarelo, muitas bandeiras da seleção, estamos preparando vários petiscos. Vai ser uma festa muito linda, ainda mais se o Brasil ganhar.

Lembrando:

Jogo: BRASIL X CROÁCIA

Horário: 17hs

Grito de guerra: Vai láaaaaaaaa Brasillllll !!!

Honestidade X Confiança

Oi Pessoal,

Andei lendo algumas matérias pela internet à fora e me veio à tona um tema para escrever no meu Blog hoje: honestidade e confiança.
São duas palavrinhas que ao meu ver andam de mãos dadas. Porque, se você é honesto, as pessoas lhe depositam confiança e a mesma é a base para você receber uma medalha por ser honesto.
No Mundo Patrões X Empregadas domésticas, eu já vi, li e ouvi histórias “cabeludissímas” e impossíveis de se acreditar. Mas existe e como existe! Eu acredito 200% que a honestidade vem de berço, vem da criação dos pais. Se você é bem instruído não há porque você desviar o caminho. Ou há? Claro que as pessoas se modificam porque o ambiente as modifica. Por exemplo: eu posso ter tido a melhor criação de todas, posso ter sido instruída da melhor forma, mas se algo ou “alguém” disser que tirei alguma vantagem em cima de alguma coisa e eu for uma pessoa fraca, que não sei lhe dar com a minha natureza, lógico que irei fracassar e me entregar. Gente, somos seres humanos, somos fracos diante de alguma oportunidade que pode mudar nossa vida.
Mas e se esse oportunidade boa pra mim prejudicar o meu próximo?
Eu penso da seguinte forma: o que é dos outros não é meu e só será meu se a pessoa me der de presente ou se eu batalhar para conseguir algo igual. Como passa pela minha cabeça “furtar” os meus patrões se eles já me dão de tudo? Principalmente porque reconhecem o meu trabalho e pagam meu salário.

Ah, então quer dizer que seu meu patrão for uma má pessoa comigo eu posso roubá-lo? De forma alguma, porque antes de tudo, eles depositaram a confiança em uma pessoa estranha e a colocou dentro da sua casa. Antes de tudo, eles pagam o seu salário que ajuda você a sustentar a sua família e por mais ruim que ele seja com você não há justificativa para tal falta de carater.

Se o seu patrão tem uma roupa bonita, ou uma joia que vale milhões, ou tem dinheiro, é tudo dele. Se você quer, lute para conquistar, lute para conseguir. Mas não queira ostentar às custas dos outros. Mesmo que aquela “joiazinha” não fará falta no meio à tantas outras. E se essa joiazinha que você pegou tiver valor afetivo para seu patrão? Você gostaria que alguém roubasse a única foto que você tem de alguém que não está mais com você? A única foto que faz você se lembrar daquela pessoa que se foi? Sua mãe, seu pai ou até um filho seu que morreu por circunstâncias da vida, por exemplo…?

Pense nisso…

Minha relação com meus patrões é muito tranquila em relação a tudo que diz respeito aos bens materiais. Como eu disse em outro post, eles respeitam o meu espaço e eu o deles. Acredito que eles têm total confiança em mim, e eu sempre fiz por merecer essa confiança, nunca deixei que desconfiassem de mim, mesmo porque nunca fiz nada que colocasse em cheque a minha honestidade. Eles confiam no meu trabalho, confiam os seus filhos nas minhas mãos, confiam a sua casa comigo e eu só lhes dou minha total honestidade e lealdade em troca.